0

Pais se recusam a abortar – 3 meses depois, a mãe descobre algo comovente durante o jantar

Todos os filhos são especiais, mas a primeira criança muda as nossas vidas completamente. Quando Sara Heller foi mãe de um menino chamado Brody ela estava muito feliz, mas também preocupada.

Ela e o parceiro, Chris Eidam, descobriram que o garoto era diferente de todos os outros na 24ª semana de gravidez, mas se recusaram a abortar.

O ultrassom de Sara mostrou que Brody tinha uma condição chamada lábio leporino. Em algumas crianças, essa é apenas uma pequena separação no lábio, mas o caso do garoto era bem mais grave. Os médicos perguntaram se eles tinham a certeza de que queriam ter o bebê. Foi-lhes dito que havia apenas um caso no mundo que se assemelhava ao Brody.

Apesar disso, Sara e Chris estavam convencidos a continuar a gravidez.

Sara queria mostrar para o mundo como as aparências não são importantes, e que ia amar o seu filho fosse ele como fossse: “É bom nos orgulharmos do nosso filho, não importa as circunstâncias. Queríamos mudar a forma como as imagens de recém nascidos costumam ser. Queríamos aumentar a consciencialização sobre o lábio leporino”.

É durante o segundo e terceiro meses de gravidez que o rosto do feto se desenvolve, e as diferentes partes do rosto crescem e se juntam.

Todos os anos, crianças pelo mundo inteiro nascem com lábio leporino, desde casos ligeiros a mais graves. Os especialistas ainda estão tentando descobrir mais sobre as causas desse defeito, mas já se sabe que é genético em muitos casos.

Crianças com essa condição atravessam muitas operações e tratamentos para aprenderem a comer e a conversar. Sara e Chris não tinham dinheiro para uma operação, mas estavam determinados em fazer de tudo pelo filho. Para além disso, Eles queriam aumentar a consciencialização sobre o lábio leporino.

Sara recebeu vários comentários desagradáveis no Instagram depois de fazer o upload de fotos do seu filho.

A mãe ficou chocada, mas em vez de responder à letra, ela começou a ensinar outras pessoas sobre a doença do filho. Ela espera ajudar a mudar as mal interpretações que as pessoas têm sobre essa condição.

“Eu decidi educar, em vez de ter confrontar. Então, eu gostaria que Brody fizesse isso no futuro também. Eu quero que ele ensine os outros e seja um modelo para outras crianças com o lábio leoprino”, diz a mulher. Quando Brody tinha três meses, Sara estava com o filho e com alguns amigos a jantar.

Depois de todos comerem, o garçom colocou cuidadosamente um guardanapo na mesa. Então, Sara descobriu que era realmente um cheque com uma carta dizendo: “Para o seu lindo filho.”

Brody está se curando bem e fará mais operações quando tiver entre 9 e 12 meses de idade. Graças aos cirurgiões, Brody poderá comer e conversar no futuro. Os pais estão muito gratos com o lindo gesto…

Uma surpresa inesperada de um estranho ajudou muito esta família, que precisa de todo o apoio do mundo. Que o lindo filho do casal seja feliz e receba muitas bênçãos na sua vida. Com os pais que tem, com certeza Brody terá um futuro brilhante!

Agodoi1

Deixe uma resposta