Na vida de uma mulher, o momento mais importante e significativo é quando está grávida. É o estágio em que você não só sente a emoção de ter dentro de você um ser que mudará sua vida inteira, também é o momento em que você começa um vínculo amoroso com aquele pequeno que você carrega na barriga, é capaz de perceber todas as mudanças que ocorrem no corpo e o poder de sentir e ser feliz.

Quando chutam ou quando mudam de posição; também quando você pode visualizá-lo nos exames e poder detalhar como ele cresce mês a mês, alcançando esse carinho mais puro, terno e intenso que uma pessoa pode sentir por outro. Além disso, é o produto do amor de dois seres que se amam.

Uma mulher, que tinha sido abençoada por engravidar e ter um bebê em seu futuro para assistir crescer, teve uma história com um resultado fatal. Na 67ª clínica da Segurança Social em Vera Cruz, uma mulher com graves complicações na gravidez chegou na sala de emergência.
A próxima mãe teve uma hemorragia grave e muitas úlceras e eczema na pele. Quando os médicos a receberam, eles a colocaram na sala de operações imediatamente a anestesiaram para realizar procedimentos cirúrgicos de emergência.

Quando a mulher acordou depois de um longo tempo e recuperou a consciência, os médicos deram-lhe a notícia terrível e a pior que uma mãe poderia receber … Ela derramou em lágrimas. Disseram-lhe que as operações eram positivas e conseguiram salvar sua vida, mas a um custo muito alto: eles sacrificaram a vida futura do feto.

O diagnóstico dos 3 médicos que participaram do caso coincidiu. Todos tiveram a mesma conclusão, que houve uma contaminação grave por mercúrio, parasitas anisakis e toxoplasmose. Estes parasitas e o elemento mercúrio têm uma forte presença em frutos do mar, peixes e aves de que não foram congelados ou cozidos adequadamente.

No momento de fazer um dossiê e avaliação subsequente, os médicos entrevistaram a jovem sobre a dieta que ela carregava durante a gravidez, ela respondeu que frequentava os restaurantes de comida japonesa e gostava de consumir frutos do mar com métodos de cozimentos baixos.

Os médicos concluíram que a infecção que ocorreu foi derivada de um marisco ou peixe consumido, que estava contaminado e não estava congelado ou cozido bem. Eles estabeleceram em seu relatório que o mercúrio severamente danificou o sistema nervoso que ainda estava desenvolvendo o feto de 8 meses; e que a toxoplasmose, causada por um parasita protozoário intracelular, penetrou na placenta e causou consequências fatais no feto.

Os médicos concluíram que a infecção que ocorreu foi derivada de um marisco ou peixe consumido, que estava contaminado e não estava congelado ou cozido bem. Eles estabeleceram em seu relatório que o mercúrio severamente danificou o sistema nervoso que ainda estava desenvolvendo o feto de 8 meses; e que a toxoplasmose, causada por um parasita protozoário intracelular, penetrou na placenta e causou consequências fatais no feto.

A maioria dos alimentos de origem animal estão congelados, e este processo faz com que muitas bactérias e parasitas morram. Se, após esse processo, você adiciona um processo de cozimento adequado pelo fogo, as chances de um parasita sobreviver são quase zero. Esta foi uma história terrível que aconteceu na vida de uma jovem excitada de viver a experiência de ser mãe.

Às vezes, ao não levar em conta as advertências do especialista, esse tipo de coisa acontece. Esta história triste pode ajudar a evitar que isso aconteça com outras pessoas para que as senhoras não consumam frutos do mar durante a gravidez, isso pode significar um grande risco para você e seu bebê!

Mulher grávida comeu esse alimento e é por isso que o bebê nasceu sem vida – CONFIRA

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!