De tempos em tempos, surge uma nova moda de que as crianças simplesmente não se cansam. Tudo parece girar em torno do brinquedo mais recente e melhor, e seus filhos imploram que você compre “aquele” brinquedo que os amigos já têm. Algum tempo atrás, era a geleca. Hoje em dia, são os fidget spinners.

Qual é o grau de popularidade desse brinquedo?

Ele foi originalmente inventado com a ideia de promover a paz e oferecer às crianças um meio de dar vasão à energia acumulada. A inventora, Catherine Hettinger, disse que percebeu mais tarde que o pequeno brinquedo era uma ótima maneira de proporcionar alívio para qualquer pessoa com transtornos de ansiedade ou de déficit de atenção.

O fidget spinner, que inicialmente foi rejeitado pela Hasbro, decolou nos últimos meses, tornando-se extremamente popular nos Estados Unidos. Em Utah, a Slice Intelligence calcula que o brinquedo já tenha sido vendido para 4% da população – o maior índice de qualquer estado. Vermont, Texas, Oklahoma, Massachusetts e Missouri têm estatísticas semelhantes. O brinquedo acabou de chegar no Brasil, mas já está ficando popular aqui também.

O incômodo que o fidget spinner tem causado

Embora seja muito popular entre as crianças, muitos pais e professores alegam que esse brinquedo está mais para estorvo e distração do que para qualquer outra coisa.

Agora, um dos pais, em particular, argumenta que esses brinquedos são mais do que apenas um incômodo – eles são potencialmente perigosos.

John Harris, pai de uma dessas crianças adeptas do fidget spinner, testemunhou outro efeito colateral desagradável do brinquedo. Seu pequeno filho estava brincando com o seu, fazendo-o girar mais rápido com um compressor de ar, quando ele estourou e atingiu seu rosto.

“Tivemos a sorte de não ter acertado os olhos”, disse Harris em sua publicação no Facebook. “Poderia ter sido muito pior.”

Harris levou seu filho ao pronto-socorro, e o menino levou 30 pontos.

“Estava inchado para valer”, ele disse na postagem.

Outros pais compartilham os perigos

Harris compartilhou essas fotos no dia 13 de junho, e de lá para cá elas foram compartilhadas mais de 245 mil vezes.

O pai definitivamente não está sozinho. Vários outros que também estão compartilhando os danos causados em seus filhos.

Em um relatório da USA Today, a mãe texana, Kelly Rose Joniec, compartilhou (via Facebook) os perigos desses spinners. Ela estava dirigindo de volta para casa com sua filha, de um torneio de natação, quando ouviu sons que sua filha estava emitindo, engasgada e em estado de pânico.

“Olhando pelo retrovisor, vi seu rosto ficar vermelho e baba escorrer de sua boca”, disse Joniec. “Ela podia emitir sons, mas pareceu estar em pânico, então, parei o carro imediatamente.”

A filha de Joniec expeliu um dos rolamentos – que pode ser facilmente desencaixado – e o engoliu. Após a cirurgia, ela acabou ficando bem, mas a mãe estava compreensivelmente assustada.

Outros pais tiveram que levar seu filho às pressas para o hospital para levar pontos na mão, enquanto outros precisaram agendar um corte de cabelo urgente depois que o brinquedo enroscou no cabelo da sua filha.

Embora todo brinquedos possa ser potencialmente perigoso para as crianças (especialmente se não for usado conforme as instruções do fabricante), a melhor maneira de evitar lesões graves é supervisionar seus filhos o tempo todo – principalmente quando eles estiverem brincando com algo que pode ser facilmente engolido ou potencialmente prejudicial.

Traduzido e adaptado por Erika Strassburger

Menino vai parar na emergência depois de brincar com este brinquedo popular – o pai dele implora para que outros pais não cometam o mesmo erro

Uma ideia sobre “Menino vai parar na emergência depois de brincar com este brinquedo popular – o pai dele implora para que outros pais não cometam o mesmo erro

  • 28 de junho de 2017 em 09:51
    Permalink

    Será que esse brinquedo pode ser adulterado usando compressor de ar ???? para esforçar seu giro ?

    Resposta

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!