0

Menino vai à escola com a cabeça congelada – Quando o professor vê de perto fica de coração partido

Todos sabem que ir à escola e se preparar é a melhor maneira de alcançar nossos sonhos no futuro e atingir nossos objetivos. Em nenhuma circunstância, qualquer criança deve ser impedida de receber educação, no entanto, infelizmente existem milhões de casos em que as crianças não têm a oportunidade de estudar ou estuda em circunstâncias extremamente críticas.

Recentemente, começou a circular na internet a fotografia de um menino que chegou à escola com cabelo congelado, e agora está se espalhando como incêndio em todo o mundo. Sem dúvida, querer é poder e apesar de tudo, este pequeno suporta o clima severo para ir à escola para estudar, pois ele sabe muito bem que esta é a única maneira de ter um futuro melhor.

Wang Fuman, com apenas oito anos de idade, caminha uma hora e meia de casa sob temperaturas geladas que chegam a atingir nove graus abaixo de zero. O menino vive na localidade de Zhaotong, em uma área rural da província de Yunnan, no sul da China, apenas com sua avó, pois sua mãe o abandonou e seu pai teve que se mudar para uma cidade maior para conseguir um emprego.

Quando tem aula na escola, Wang percorre 4,5 quilômetros com uma temperatura de nove graus abaixo de zero. Foi graças a sua professora que as imagens foram conhecidas pelo mundo, relatando também parte da difícil história de seu aluno que, aliás, é uma criança muito aplicada que sabe aproveitar cada ensinamento dado pelo professor e que não importa que sempre chegue entupido pelo frio, jamais faltará na escola.

Nas fotografias que o professor compartilhou nas redes, podemos ver Wang com bochechas avermelhadas, suas sobrancelhas e cabelos congelados e suas mãos pequenas queimadas pelo frio. Naquele dia, Fumam veio assim, o frio penetrava nos ossos, mas ele decidiu não faltar, pois tinha um exame. Sua professora está muito orgulhosa, ela diz que ele é um excelente exemplo de responsabilidade e esforço.

Não importa quão maltratada estava suas ressecadas e queimadas mãos, o pequeno fez sua prova. Ele e sua avó vivem em condições críticas em uma pequena casa feita de barro e com um telhado coberto de palha, eles não podem gastar em luvas para o pequeno ou em roupas que o protegesse mais do frio intenso, no entanto, isso não o impede de continuar indo a escola. Nem as piadas que ele recebe de seus companheiros por sua aparência o influencia.

Wang Fuman faz parte do grupo de “crianças abandonadas” na China, aqueles que não moram com seus pais por causa da terrível crise e que precisam ir a outras cidades para buscar emprego. As imagens da criança chocaram o mundo inteiro, pois é o melhor exemplo até hoje do sacrifício, disciplina e esforço. Esperamos que esta divulgação ajude Wang a receber a ajuda que ele precisa e sua situação que sua situação melhore, seria muito lamentável que um aluno tão brilhante como ele acabasse deixando a escola por todas as dificuldades que ele enfrenta todos os dias.

Enquanto isso, seu professor e o diretor da escola de Wang, fizeram algumas doações para ele e sua avó. Ambos compartilham o orgulho de ter um estudante exemplar como ele na escola e esperam que as autoridades de Yunnan iniciem uma campanha onde as pessoas podem fazer suas doações para ajudar não só Fuman, mas também outras crianças na mesma situação.

Agodoi1

Deixe uma resposta