0

Cidade que organizou matança de cães recebe um aviso divino emocionante – VEJA

O cachorro emocionou os fiéis que assistiam a uma missa de final de tarde na igreja matriz de Bom Jesus (Caxias do Sul). Segundo o pároco, padre Luiz Primachik, ele recém havia montado o presépio, no interior da igreja, quando o cãozinho entrou no local. Inicialmente ele foi mandado para fora por uma pessoa que estava na igreja, mas, em seguida, voltou e foi deitar-se junto aos pés do menino Jesus.

O padre conta que o animal, que aparentava estar deprimido, acompanhou toda a missa e, quando a cerimônia terminou, levantou e foi embora aparentando estar mais contente.

— O primeiro presépio foi criado por São Francisco de Assis, protetor dos animais, na cidade de Greccio, na Itália. Fiquei feliz! Deus se manifesta nas pequenas coisas do nosso cotidiano, disse o padre.

Primeiramente o animal acabou sendo mandado embora por uma das pessoas que estavam no local. Mas parece que o cachorro realmente estava decidido a permanecer no local e acabou voltando. Assim que as pessoas acabaram deixando ele de lado, o cão retornou e se deitou aos pés do menino Jesus.

O padre acabou permitindo que o cachorro ficasse no local depois que percebeu que tudo o que o animal queria era ficar deitado e dormir ao pouco na confortável cama de feno que foi montada para o cenário. O padre afirmou que o cachorro acompanhou toda a missa do local e depois, no final da cerimônia, levantou e foi embora.

O padre chegou a declarar que achava que o cachorro estava um pouco deprimido quando chegou no local, mas que na saída parecia estar um pouco mais animado. O religioso também lembrou que o primeiro presépio foi criado por São Francisco de Assis, protetor dos animais, na cidade de Greccio, na Itália, e que aquilo era um exemplo que de Deus se manifesta nas pequenas coisas.

O cãozinho não foi mais visto, mas a cena comoveu os fiéis, depois da matança de 526 cães e três gatos ocorrida na cidade entre os dias 19 e 20 de novembro.

Agodoi1

Deixe uma resposta