0

BACTÉRIA DEVORA MULHER AINDA VIVA, LOGO APÓS ELA COMER ALGO MUITO COMUM SERVIDO NAS PRAIAS – VEJA

Comer é extremamente prazeroso, certo? Porém, você deve ter um cuidado especial, caso seja amante de alimentos crus.

A história terrível de Jeanette LeBlanc, é a prova mais fiel disso, seu destino foi selado por algo que ela adorava, mas seu prato favorito acabou a levando para a morte.

Jeanette, 55 anos, estava na costa da Louisiana na companhia de alguns familiares e amigos, em setembro de 2017, quando infelizmente e de forma inesperada acabou contraindo uma bactéria, afirma a CBS News.

Segundo informações de uma amiga de Jeanette, identificada como Karen Bowers, elas saíram para comer e naquele dia Jeanette comeu cerca de duas dúzias de ostras cruas. Logo após a refeição, a amiga relata que ela começou a passar muito mal.

Em um primeiro momento, Karen chegou a pensou que poderia ser uma reação alérgica, mas logo isso foi descartado, pois ostras cruas eram uma das comidas favoritas da amiga.

Resultado de imagem para BACTÉRIA DEVORA MULHER AINDA VIVA, LOGO APÓS ELA COMER ALGO MUITO COMUM SERVIDO NAS PRAIAS - VEJAMas ela foi piorando e decidiram levá-la para o hospital. Chegando lá,

os médicos fizeram alguns exames e puderam constatar de que tinha um vibrião, que é uma bactéria que se alimenta de carne.

Os médicos ainda revelaram que a pessoa pode contrair a bactéria se comer alimentos pouco cozidos ou crus, principalmente ostras.

Jeanette foi rapidamente internada e passou a lutar pela vida, mas a bactéria estava se alimento de seu corpo de forma assustadora e no vigésimo primeiro dia essa luta terminou com o seu falecimento exatamente no dia 15 de outubro de 2017.

Extremamente chocados da forma que Jeanette veio a falecer; Amigos e familiares se uniram para levantar fundos para criar uma campanha para mostrar os riscos que essa bactéria mortal pode ocasionar a uma pessoa. Segundo eles se Jeanette tivesse conhecimento sobre ela e a forma de evitar contraí-la talvez hoje ela ainda estaria viva.

Vídeo:

Agodoi1

Deixe uma resposta