As adolescentes australianas têm tanto medo do parto que estão arriscando a vida de seus bebês com esta prática perigosa que dificulta o crescimento fetal.

Um estudo de 10 anos da Australian National University revela que as mães adolescentes estão tão assustadas com o que o trabalho do parto em relação as consequências para seus corpos que elas começaram a fumar para reduzir o peso dos seus bebês antes do nascimento.

Fumar durante a gravidez pode causar complicações na saúde, incluindo uma maior mortinatalidade e taxa de aborto, desprendimento placentário, problemas cardíacos e / ou defeitos congênitos.

Apesar dos graves problemas de saúde que os bebês com baixo peso ao nascer enfrentam, as mães adolescentes vêem o tabagismo como uma maneira de reduzir os danos das mudanças em seus corpos.

Veja as Top 4 razões pelas quais as adolescentes australianas estão fumando durante a gravidez:

1. Elas temem danos à sua vagina

De acordo com Simone Dennis, principal autor do estudo, as meninas estavam mais assustadas de rachar ou rasgar depois de ouvir mulheres mais velhas falar sobre suas histórias de horror no parto.

2. Elas temem que sua vagina não vão voltar para a forma como era após o nascimento

Elas temiam que os homens irão rejeitá-las para o sexo no futuro, se sua vagina mudar durante o nascimento.

3. Elas temem o ganho de peso

A maioria das meninas que eram pequenas antes de ficar gravida ficam com medo de ganhar peso e não ser capaz de retornar aos seus corpos pré-gravidez.

4 – Ser pequena seria um ativo futuro para bebês do sexo feminino

Uma vez que a sociedade ainda vê pequenas mulheres como delicadas e atraentes, as adolescentes grávidas acreditavam que nascer menor seria vantajoso para suas filhas mais tarde na vida.

Adolescentes grávidas estão fazendo algo horrível para manter seus bebês pequenos

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!